ESTREIA

CONVENTO DOS CAPUCHOS
Almada
15 MAIO 2008
21.30



ESPECTÁCULOS / 2008:

CONVENTO DOS CAPUCHOS [Almada]

16 a 31 Maio [sext e sab] - 21.30

MOSTEIRO DE ALCOBAÇA [Alcobaça]

21 Junho [sab] - 21.30

PAÇO DOS DUQUES DE BRAGANÇA [Guimarães]

05 Julho [sab] - 21.30

PALÁCIO NACIONAL DE MAFRA [Mafra]

12 Julho [sab] - 21.30

CONVENTO DE CRISTO [Tomar]

19 Julho [sab] - 21.30

[Bilhetes à venda no Convento de Cristo,

Reservas: Telemóvel 960 159 841]

MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS [Lisboa]

27 Setembro [sab] - 21.30

Bilhetes à venda:

FNAC [Chiado, Alfragide, CascaiShopping, Colombo, Fórum Almada]
Mosteiro dos Jerónimos [dia 27 Set]

Reservas:

Telem.: 960 159 841 ou E-mail:acastrotp@gmail.com


O Projecto

É um projecto artístico que visa divulgar e valorizar o património cultural, literário e arquitectónico do nosso país. Por este motivo, A Castro, será apresentada em vários monumentos como Mosteiros, Conventos, Igrejas e Palácios.

Para uma data importante e significativa foi elaborado um programa especial com diversos eventos culturais ao longo de 2008 no Convento dos Capuchos de Almada, tais como conferências, por exemplo:"O Mito de Inês na Poesia" com o Professor Nuno Júdice, exposições de bijutaria medieval e fotografia, encontros de poesia Inesiana; concertos de música medieval com os Strella do Dia e os Mediae Vox Ensemble, e como ex-libris o espectáculo de teatro de grande importância histórica nacional, A Castro, a mais admirável obra dramática de António Ferreira.

Para o Teatro de Papel, levar este espectáculo ao maior número de público e o mais diversificado possível por vários pontos do país, tais como estudantes, turistas e público em geral, é outro dos objectivos, atendendo à dimensão literária e histórica da obra.

O espectáculo terá a duração de 120 minutos aproximadamente e apresenta-se em 5 actos. É um espectáculo móvel, as cenas passam-se em vários espaços interiores e exteriores, completando assim o percurso da tragédia de modo a que o público possa também contemplar os cenários naturalmente artísticos de cada espaço histórico e arquitectónico.

O AUTOR

António Ferreira


Escritor renascentista português, nasceu em Lisboa em 1528 e faleceu em 1569, vitimado pela peste. Discípulo de Sá de Miranda, influenciado por Petrarca e Horácio, foi o grande teorizador do humanismo renascentista em Portugal, no que à arte literária diz respeito.
Escreveu a tragédia A Castro , a sua primeira obra impressa (1587), considerada a mais admirável obra dramática do classicismo português e que tem como tema os amores de D. Pedro e D. Inês de Castro.

SINOPSE

O nobre lusitano deixou-se encantar pela bela dama Inês de Castro, mas este amor assume um destino trágico e é interrompido por um hediondo crime.
Os três conselheiros dirigiram-se ao Mosteiro de Santa Clara em Coimbra, onde Inês se encontrava e, degolaram-na.
Assassinaram o grande amor de D. Pedro, o herdeiro do reino de Portugal.
Alguém viu perigo nos laços amorosos destes dois seres que ameaçavam a estabilidade do reino. Em vão foram as súplicas de Inês a D. Afonso IV, e foi degolada aquela que ao filho deste, tão cara era.
A comoção nacional despertada pelos acontecimentos não deixou passar incólume esta imortal história de amor.

“Agora é tarde, Inês é morta!”.

Os restos mortais de ambos jazem juntos até hoje, frente a frente, para que segundo a lenda “possam olhar-se nos olhos quando despertarem para o juízo final”.

APOIOS

APOIOS

Apoios

Junta de Freguesia de Caparica

Junta de Freguesia de Cova da Piedade

Junta de Freguesia de Cacilhas

Junta de Freguesia de Trafaria


CONTACTO

Praça Nossa Sra. Dos Navegantes nº62 – 3ºC

2825-375 Costa de Caparica

Portugal

Telemóvel: 960 159 841

teatrodepapel.ac@tele2.pt

acastrotp@gmail.com

http://www.teatrodepapel.org/

http://www.acastrotp.blospot.com/
Não existem mensagens.
Não existem mensagens.